segunda-feira, fevereiro 14, 2011

Cisne Negro

O cisne negro é Natalie Portman e pouco mais. A interpretação dela (é excelente) ofusca o resto do elenco o que prejudica um pouco o filme. Ela aparece em todas as cenas do filme, ou é com a mãe, ou com o encenador ou com a rival ou no espectáculo do lago dos cisnes. O argumento peca pelo egocentrismo na personagem da Natalie Portman e por isso não dou uma maior classificação. Os efeitos especiais (que se notam numa cena que não vou dizer) estão bons. Em minha opinião o filme não chega para ganhar mais óscares que o da actriz principal. Vão ver e digam coisas.

Opinião: Recomendo

2 Críticas:

OpenID rollingmurray disse...

Acho que subestimas o filme. O facto de a Natalie aparecer em todas as cenas não é um defeito, muito pelo contrário. O propósito do Aronofsky é colocar-nos na pele da Nina e ver e sentir o mesmo que ela, sem saber se aquilo que vemos é real ou simples produto da imaginação. Aliás, no último filme do realizador, o Mickey Rourke também aparecia em todas as cenas. Começa a ser uma marca registada de um dos mais geniais cineastas da actualidade.

Concordo contigo que provavelmente apenas a Natalie será premiada com um Oscar, pois este filme - assim como qualquer outro do Aronofsky - não é para todos os gostos. É para o meu e é para já o melhor que vi desta colheita de finais de 2010. Cumprimentos.

18/2/11 11:45  
Blogger LopesCa disse...

Adorei e achei que foi mais fácil perceber a Nina :)

8/3/11 20:52  

Enviar um comentário

Links para este artigo:

Criar uma hiperligação

<< Home