terça-feira, junho 19, 2007

Ida ao cinema do Campo Pequeno

Este fim de semana desloquei-me aos novos cinemas da Cinema City do Campo Pequeno para ver o novo filme da saga Ocean's que irei criticar muito brevemente e devo dizer que estranhas coisas aconteceram...

Começamos pelo preço. O bilhete custa 5.40€. O que por uma projecção de um filme já começa a ser um preço muito puxado para o comum português. Pensava eu que o Corte Inglês exagerava no preço dos bilhetes...

Depois, pela primeira vez na minha carreira de espectador de cinema chegou à hora marcada de início do filme e eu e mais uma fila de pessoas esperava para entrar. À entrada um sinal avisava para esperar. Víamos uma ou outra pessoa a sair da sala e o "porteiro" nada dizia. Mais alguns minutos passaram até que o responsável acabou por confessar que o motivo do atraso era que como algumas pessoas ficaram a ver o filme até ao fim e eles não podiam expulsar as pessoas nós tínhamos de esperar.

Só posso entender que quem programou os horários, em vez de considerar a duração total do filme, como seria de esperar, achou por bem considerar como duração do espectáculo, apenas aquela parte do filme que normalmente toda a gente vê, que é na cabeça do programador, aquela parte do filme onde acontecem "coisas e cenas e tal", não considerando aquela parte do filme ou nada acontece e é só "letras". Letras essas que são apenas os nomes das pessoas que tornaram possível a existência do filme e que segundo os programadores deste cinema ninguém vê... foi mesmo uma chatice alguns espectadores parvalhões terem querido ver o filme até ao fim deixando uma imensa fila à espera para entrar.

Bem, com algum atraso lá nos sentamos para ver os costumeiros anúncios e trailers. Inicia-se a sessão do filme propriamente dito e não é que passados alguns minutos surge uma risca verde na vertical mais ou menos a um terço da imagem do lado esquerdo e esteve presente em quase metade do filme! E lá ficou a risca que apesar de não ser muito grossa era bem notória e bem distractiva do que interessava na realidade ver: o filme.

Para tornar a coisa ainda mais interessante de repente do nada desligam o filme. Seria para corrigir a risca verde? A verdade é que nem sei para o que foi. Não apareceu a palavra intervalo na tela, não tivemos direito a música, nada do que normalmente acontece nos outros cinemas. Apenas parou o filme e as luzes acenderam. Talvez tenha sido uma inovação deste cinema. Foi talvez uma espécie de intervalo. O filme lá começa de novo com a risca verde ainda presente. Felizmente alguns minutos depois acabou por desaparecer para nunca mais voltar. Não sendo um técnico pareceu-me que a risca seria um defeito da própria fita.

Resumindo e dando uma classificação ao cinema tendo em conta o preço, entrada na sala e projecção a coisa não é muito positiva, espero que este tipo de situação tenha sido muito pontual.

Acresce ainda o facto de não terem sido tomadas todas as medidas relativamente à extracção do fumo do tabaco. À saída da sessão o ar cá fora estava praticamente irrespirável.

Classificação 4/10

4 Críticas:

Anonymous djamb disse...

Por acaso tenho gostado muito do Cinema City, no Campo Pequeno. Adoro o bar cá fora, parece que estamos em plena Hollywood, se bem que os preços sejam um pouco elevados. Bem... a qualidade paga-se, né? ;)

Quanto às salas, gostei bastante. Os assentos são bastante confortáveis e o espaço do "companheiro do lado" é razoável.

Não tive o azar de me deparar com um erro nos audiovisuais, pelo que muittas vezes prefiro ir lá do que ao Corte Inglés, para fugir das enchentes de fim-de-semana. :)

20/6/07 09:56  
Blogger Um crítico do caraças disse...

Também já fui aos cinemas do campo pequeno e logo na primeira vez estavam sem sistema e deram como bilhetes uns papéis escritos à mão com o nome do filme. E foram escritos no momento em que comprei os bilhetes! Imaginem a fila! Mas também só me aconteceu essa vez. De qualquer forma pelo ambiente cá fora e mesmo pelas salas temáticas vale a pena ir lá. A qualidade de projecção é razoável (nos filmes que lá vi) e som é bom. São salas calmas e não há a confusão da lusomundo.

20/6/07 21:11  
Blogger LopesCa disse...

"foi mesmo uma chatice alguns espectadores parvalhões terem querido ver o filme até ao fim deixando uma imensa fila à espera para entrar."
Incrével não querem mesmo saber das pessoas só do LUCRO :(

22/7/07 02:53  
Anonymous Anónimo disse...

Essa "risca verde" não é da responsabilidade d cinema, mas im da distribuidora. Isto porque se trata de um problema na fita.

18/7/08 12:58  

Enviar um comentário

Links para este artigo:

Criar uma hiperligação

<< Home