domingo, junho 22, 2008

Obsessão mortal

Richard Gere está de volta aos papéis de profissionais cansados do que fazem (já fez mais papéis deste tipo). Desta vez ele é Errol está farto de perseguir pessoas que abusam sexualmente de crianças. E quando vai perseguir mais um criminoso pensa que este é o mesmo que ele tinha apanhado há anos e que estava em liberdade condicional. Ele embrulha-se de tal maneira que se passa da cabeça a dada altura. Como Errol é obrigado a reformar-se arranjam-lhe uma mulher para o substituir que tem 18 dias para lhe passar a pasta. Ela tenta ser racional e não se deixar ir em obsessões. O filme tem ritmo e um argumento relativamente credível.

Classificação: 6,5/10

0 Críticas:

Enviar um comentário

Links para este artigo:

Criar uma hiperligação

<< Home