quarta-feira, dezembro 02, 2009

2012

Crítico do Caraças:
Mais um filme apocaliptico que não desilude mas também não é brilhante. Tem bons efeitos mas a história podia ser mais desenvolvida. Faltam na parte final conclusões, números, balanços... Cusack esforça-se e a Amanda Peet faz os serviços minimos (infelizmente).
O final é um bocado feito em cima do joelho.
Vão ver vocês também e depois digam coisas.

Opinião: Vê-se

Crítico mordaz:
Aproveitando a mitologia Maia, que alguns dizem prever o fim do mundo para 2012, construiu-se um filme apocaliptico, com efeitos especiais muito bem conseguidos e com interpretações razoáveis. Temos um conflito entre ricos e pobres, um trio amoroso, conflitos entre gerações e tudo isto toma um significado muito relativo perante o final dos tempos.
É de salientar que Hollywood já se habituou a ter um presidente negro e incorporou isto muito bem neste filme com um interpretação bastante interessante de Danny Glover.
Mais uma vez, como sempre, tudo se centra nos estados unidos... mesmo quando se trata do fim do mundo...

Concordo que muito ficou para explicar, o final deixa a desejar, mas penso que terá sido absolutamente propositado. Afinal fala-se de uma série televisiva que vai explorar o pós-apocalipse.

Opinião: Vê-se

2 Críticas:

Blogger LopesCa disse...

Estou curiosa mas também estou farta de filmes onde tudo cai LOL

15/12/09 22:04  
Blogger Crítico do caraças disse...

Tens razão, há mais filmes tristes que alegres. Mas são os primeiros que levam mais gente ao cinema.

22/12/09 08:39  

Enviar um comentário

Links para este artigo:

Criar uma hiperligação

<< Home